• Cariri in Foco

Polícia aplica R$ 20 mil em multas em ações de combate à perturbação do sossego

Atualizado: Jul 27


A Polícia Militar redobrou o combate às ocorrências de perturbação do sossego, que em sua maioria são provocadas por volume abusivo de som. Nesse fim de semana, foram aplicados R$ 20 mil em multas, apreendidos cinco aparelhos sonoros e três estabelecimentos comerciais foram notificados, em Santa Rita e João Pessoa. A corporação, por meio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), planeja uma operação específica para esse combate nos próximos dias.

A perturbação do sossego alheio é uma contravenção penal contra a paz pública, punida com prisão simples, de 15 dias a três meses ou multa. Essa é uma das ocorrências mais atendidas pela PM e envolve principalmente o abuso do volume do som, seja em mala de carro, paredão ou mesmo em residências e casas de eventos.

Conforme dados da Coordenadoria de Estatística e Avaliação da PM (EM/7), só nesse fim de semana, foram atendidos 373 chamados de perturbação do sossego no Estado, sendo 272 em João Pessoa. Mangabeira (29 chamados), Cristo (20 chamados) e Gramame (18 chamados) são os bairros que lideraram os acionamentos na capital.

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), que apoia as unidades operacionais da PM nesse combate, apreendeu dois sons automotivos em Santa Rita, aplicando multa de R$ 5 mil nos proprietários dos veículos, e multou com o mesmo valor os responsáveis por uma casa de eventos na Praia do Sol e de uma granja em Gramame, todos por abuso de volume sonoro.

Operação para os próximos dias – Para aumentar o rigor contra essa prática, que por consequência provoca aglomerações e riscos de disseminação da Covid-19, a PM está montando uma operação com comboios específicos para atendimento de ocorrências de perturbação do sossego. Nessa operação, quem for flagrado fazendo abuso de volume de som será conduzido diretamente para a delegacia. Os trabalhos terão à frente o Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb).



Com Blog do Bruno Lira


15 visualizações0 comentário