• Cariri in Foco

Jovem de Cajazeiras é agredida com garrafada após negar dança a homem em vaquejada


A adolescente cajazeirense Ana Karolyne Barroso Dantas, 20 anos, foi agredida com uma garrafada na madrugada deste domingo (22), por um jovem, enquanto estava em um bolão de vaquejada na cidade de Bom Jesus, região de Cajazeiras, sertão da Paraíba.

Segundo denúncia enviada ao Diário do Sertão por Marianna Leite Barroso, mãe da vítima, Ana Karolyne estava acompanhada de amigas no bolão de vaquejada, quando o suspeito se aproximou e chamou uma jovem para dançar, com a negativa, o suspeito pegou garrafas que estavam nas mesas e arremessou contra as jovens, causando ferimentos graves em pelo menos duas adolescentes.

Ao Diário do Sertão, emocionada, a mãe da vítima contou detalhes de como tudo que aconteceu.

Veja aqui

‘’Até então o que as amigas me passaram e ela também, é que estavam todas nesse bolão de vaquejada em Bom Jesus. O meliante chegou à mesa e chamou a menina pra dançar, não satisfeito com o não, pegou a garrafa, jogou na menina, depois jogou em Ana Karolyne. Na outra menina a lesão foi pequena, mas em minha filha [Ana Karolyne] a lesão foi enorme’’, disse.


Segundo a mãe da vítima, após a garrafada a jovem desmaiou e teve que ser socorrida ao Hospital Regional de Cajazeiras.

‘’Na hora desmaiou, os amigos e amigas trouxeram para o hospital. Quando eu cheguei me deparei com aquela cena, lábio inferior aberto e o nariz ferido, vamos fazer exames, porque eu acho que o nariz dela tá quebrado, porque a pancada foi muito forte’’, afirmou.


Marianna Leite Barroso, mãe de Ana Karolyne. Foto: Arquivo pessoal

A INVESTIGAÇÃO

De acordo com informações da família de Ana Karolyne, o caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil para que as medidas cabíveis sejam tomadas. Porém até o momento o suspeito não foi localizado pela polícia.

DENUNCIE

Quem souber de alguma informação deve entrar em contato com as autoridades através do 197 da Polícia Civil, podendo resguardar o sigilo da informação. A reportagem do Diário do Sertão tentou contato com a polícia para sabermos mais detalhes da investigação em torno do caso, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos êxito.


Com Diário do Sertão

15 visualizações0 comentário